Inegável… Nele vivemos, e nos movemos, e existimos.

Postado por Fabio souza     Categoria: Blog

É inegável que em todos os grupos de pessoas – e em algumas regiões – exista um “selo” de Deus para executarem algumas coisas. Podemos discutir do jeito que se faz, até mesmo por estilo, não nos identificarmos, mas é inegável que tenha algo de Deus (nesse momento estou ouvindo uma canção do novo álbum da Hillsong “believe” e refletindo nisto)… É inegável… É inegável…

…De um só fez todas as raças dos homens, para habitarem sobre toda a face da terra, determinando-lhes os tempos já dantes ordenados e os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação; para que buscassem a Deus, se porventura, tateando, o pudessem achar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois dele também somos geração. Atos 17.26-28

Pai, graças pelo teu eterno propósito maravilhoso, que eu ainda vario em crer totalmente entre pensar se é realmente isso ou não; é verdade, eu sei, mas é inegável… É inegável, Você projetou tudo, Você É o que aquele que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso é… Você está vindo… Você está vindo… Graças, Pai… Graças por esse explosivo amor que de uma vez só criou toda raça humana e predeterminou os tempos e os limites para Sua habitação… Isso é realmente poderoso, maravilhoso. Lembra disso… Sim, me lembra… Obrigado, Pai… Pelo privilégio de viver em ti, de me mover em ti e existir nesse teu propósito eterno e inabalável… Amém.

UM BORBULHAR …

Postado por Fabio souza     Categoria: Blog

Gostaria de comunicar uma impressão, um sentimento que tenho tido, e creio que algo é do Espírito, com respeito ao que temos nos movidos hoje em mobilizações de oração e intercessão. Não quero de maneira nenhuma colocar que o que percebo é algo único, acredito que posso contribuir com o que está sendo feito em diferentes estados no Brasil, com essa indicação. Mas antes gostaria de transmitir um ensino sobre o que vou comunicar. Trabalho muito com escolas e treinamentos voltado ao setor profético e tenho como desejo cooperar no melhor entendimento de como ocorre a movimentação profética em questão de como nos é comunicado, por DEUS Pai por meio do seu Espírito, e como comunicamos através de Cristo por meio do Espírito. JIN GOOL, em seu livro “O Vidente”, classifica algumas ocorrências desse processo de comunicação da parte de Deus a nós. Em que ele explica:

O A.T utiliza vários termos em hebraico para designar os diversos modos dessa comunicação. O primeiro termo que temos é nafat, que significa “deixa cair como a chuva”. Esse termo descreve um processo vagaroso e suave em que a palavra profética vem sobre nós pouco a pouco e acumula-se em nosso espírito por um período de tempo. É como se estivéssemos em um lugar em que o orvalho de Deus caísse ao nosso espírito.

A segunda palavra é massa, que se refere à “mão do Senhor”. Quando a mão do Senhor vem sobre nós, ele nos concede algo-carga profética, e, quando sua mão levanta essa carga permanece. O Senhor deposita algo em nosso espírito que não estava ali antes e, mesmo depois que ele levanta sua mão carregamos a responsabilidade como palavra do Senhor.

Outra é a palavra nabiy, que é a ação de “fluir pra fora”, ou “borbulhar como uma fonte, deixar cair, levantar, sair e brotar”. A palavra grega traduzida por profecia significa “falar em lugar de outra pessoa”. Que quer dizer, falar em lugar de Deus, ou ser seu porta-voz.

Então gostaria de comunicar às impressões que tenho tido, e que creio que passam por esses processos de comunicação conforme Jim Goll explanou. Dentro da proposta que estou trazendo não só de comunicar, mas também propondo um ensino vou procurar ordenar o que quero transmitir para que também você saiba qual é a minha intenção com esse blog. Obrigado a você que está lendo até aqui pela paciência diante de tanta explicação, creio que isso é extremamente relevante para nós hoje ter as coisas em claras. Bom, vamos lá…

Eu estou percebendo um som como de uma corrente de um riacho passando. Sinto-me próximo de uma nascente… Não sei bem o que é ainda… Mas posso sentir… Posso sentir…

Pra ouvir esse som é necessário um silêncio… Um silêncio que nos ajuda perceber de onde vem esse som que estamos ouvindo… De onde ele vem…Estamos perto… Perto… Mas é necessário um silêncio… Pra não nos enganarmos,nos afastarmos da posição em que nos encontramos agora… Silêncio… Oração… Oração… Oração…

Meditação – 08/06/10

E abriu-o diante de mim; e o rolo estava escrito por dentro e por fora; e nele se achavam escritas lamentações, e suspiros e ais. (Ezequiel 2.10)

Lamentações… Rasgar uma nota musical; cantar o lamento… Chorar, cantar melancolicamente (como acompanhada por golpes no peito e instrumentos): “lamento, lamento, lamento, chorando.

Suspiro… hagah (הגָהָ) ‘meditar, gemer, chorar, rugido, pronunciar, falar. “A palavra é comum em ambos os antigos e modernos hebraico. Própria apenas o hebraico do Antigo Testamento, parece ser um termo onomatopaico que reflete os suspiros e murmúrios que os antigos fizeram quando meditava. Este é o significado que está no primeiro caso do verbo: “Este livro da lei não deve afastar da tua boca, mas você deve meditar nele dia e noite” (Josué 1: 8). Talvez a frase mais famosa sobre “meditação” sobre a lei dia e noite é Salmos 1.2: hagah também expressa o rugido “dos leões (Isaías 31. 4; Amós 3.8) e” pesar “de pombos (Isaías 38: 14). Quando o termo é usado com o significado de “pesar” ou “chorar”, aparentemente tem a ver com os sons melancólicos do arrependimento antigos semitas, como pode ser visto no seguinte paralelo: “Portanto, eu lamento mais de Moabe, em todas as Moabe vai chorar, e os homens de Quir-Heres gemido “(Jer_48: 31). Provérbios 24,1-2 parece referirem-se a “resmungar” resmungar ou plano mental para o exercício: “Não tenhas inveja dos homens maus… porque [a iniqüidade roubar seu coração e falar gagueja] lábios.”

Ais… Naha, prim raiz.; Gemido, ou seja, lamentar, lamentar, portanto, (através da idéia de chorar em voz alta), se reúnem (por anúncio), choram “, lamentam.

Dirigirás, pois, o teu rosto para o cerco de Jerusalém, com o teu braço descoberto; e profetizarás contra ela.

(Eze 4:7)

Profetizarás…  Naba נָבָא; prim raiz. Profetiza, ou seja, falar (ou cantar) por inspiração (ou na previsão discurso simples): “profetizar

Bom,  por enquanto, é isso que borbulha a medida que for se estendendo eu volto a escrever…

Semente do evangelho

Postado por Fabio souza     Categoria: Blog

Dr. DT Niles do Sri Lanka fala sobre o plantio da semente do Evangelho, em vez de plantar as expressões da igreja:

“O evangelho é como uma semente, e você têm que semear. Quando você semear a semente do Evangelho na Palestina, uma planta que pode ser chamada de cristianismo palestino cresce. Quando você semeá-la em Roma, uma planta do cristianismo romano cresce. Você semeia o evangelho na Grã-Bretanha e você começa o cristianismo britânico.

A semente do evangelho é depois trazida para a América, e cresce uma planta do cristianismo americano. Agora, quando os missionários vêm para nossas terras, eles trazem não só a semente do evangelho, mas sua própria planta do cristianismo, vaso incluído! Então, o que temos a fazer é quebrar o vaso, tirar a semente do evangelho,

semeá-la em nosso próprio solo cultural e deixar que a nossa própria versão de Cristianismo cresça. “

Mike Shea – maio de 2009 — Conferência Recebendo um Reino Inabalável

Postado por Fabio souza     Categoria: Vídeos

Samuel Yakuto – maio de 2009 — Conferência Recebendo um Reino Inabalável

Postado por Fabio souza     Categoria: Vídeos